]]

31.10.13

Resenha: Sussurro - Becca Fitzpatrick


 Fiquei afastada do blog durante bastante tempo e estive pensando sobre algumas medidas a serem tomadas a fim de melhorar meu desempenho como blogueira. Uma das principais coisas foi o conteúdo do blog, já que meu blog estava fugindo do que o que eu realmente quis postar quando dei início a esse blog. Sua abordagem, os assuntos que quis tratar nele, sempre foram resenhas; sobre livros, outros blogs, filmes e afins. E o blog fugiu muito disso, acabei não me dedicando nas postagens e se não há bom conteúdo, não há presença de leitores. Ainda irei abordar outros assuntos neste no blog, não apenas textos literários, para não ficar algo cansativo para ambas as partes. Vou expor minha opinião e gostos sobre diversos assuntos. Acabou que eu realmente perdi o foco do que eu queria realmente escrever e compartilhar neste blog. Tenho ficado, devido a isso, afastada do blog pensando no que realmente fazer. Espero que entendam. Vou voltar a escrever no blog e, em breve, vou estabilizar as coisas por aqui.

 De volta ao assunto da postagem, Sussurro é um livro que li a quase dois anos. Pensei muio, por já ter passado bastante tempo desde seu lançamento e o frenesi em torno da Saga, se deveria postar e acabei por optar em dividir minha opinião sobre o livro com vocês.






SINOPSE: Se apaixonar nunca foi tão fácil… ou tão mortal. Para Nora Grey, romance não era parte do plano. Ela nunca se sentiu particularmente atraída por nenhum garoto de sua escola, não importa o quanto sua melhor amiga Vee os empurrasse para ela. Não até a chegada de Patch. Com seu sorriso tranquilo e olhos que parecem enxergar dentro dela, Nora é atraída por ele contra seu bom senso. Mas após uma série de acontecimentos aterrorizantes, Nora não sabe em quem confiar. Patch parece estar onde quer que ela esteja, e saber mais sobre ela do que seus amigos mais íntimos. Ela não consegue decidir entre cair nos braços dele ou correr e se esconder. E, quando tenta encontrar algumas respostas, ela se acha próxima de uma verdade que é bem mais perturbadora do que qualquer coisa que Patch a faça sentir. Nora está bem no meio de uma antiga batalha entre os imortais e aqueles que caíram – e, quando se trata de escolher lados, a escolha errada poderá custar sua vida.




TRAMA: As coisas para Nora Grey não andam muito boas, em vista que dentro de um ano, seu pai morreu e sua mãe tem de trabalhar dobrado para sustentá-las e pagar a hipoteca da casa. Porém, a rotina de Nora continuava normal: indo à escola e à psicóloga, assistindo os mais diversos filmes para resenhá-los. Até que em uma aula de Biologia, aparece um repetente que toma o lugar de sua melhor amiga como dupla. Mas acontece que Patch não veio simplesmente para estudar. A partir de então, Nora tem a crescente sensação, corretíssima, de que Patch a está seguindo em todos os lugares. E a estranha impressão de estar sendo observada durante a noite ganha um novo suspeito. Mas além das reviravoltas divertidas pelas emoções que o livro nos faz sentir, a protagonista tem fortes provas de que um de seus novos amigos está envolvido em um caso policial ocorrido em sua antiga escola. E quem garante que o laudo está realmente correto sobre o suicídio de uma garota? E, quando Nora acha que nada mais chocante pode acontecer, surge a suspeita de que um dos muitos segredos de Patch é sua origem "divina" e a punição que o fez cair dela.

MINHA OPINIÃO (EM RESUMO): O livro é bom. Sim, realmente bom, mas não encontrei motivos para tanto frenesi. Talvez, apesar de gostar, eu esteja cansada desse tipo de livro. Vou explicar melhor. O livro é aquele típico clichêzão dos YA; A menina aparentemente sem graça conhece um garoto misterioso e absurdamente lindo, charmoso, está na cara que tem segredos e que há coisas por trás de toda aquela beleza e mistério, mas os dois se apaixonam quase imediatamente.
 Um dos pontos positivos, é que Patch não é um mocinho perfeito. Ele tem um passado obscuro, não é nada inofensivo e você provavelmente não o apresentaria à sua mãe. Ou seja, um novo tipo de personagem, para quem estava de cansado dos mocinhos altruístas.   

 E a história não gira só em torno do romance, pelo contrário, até achei que o romance de Nora e Patch poderia ser um pouco mais desenvolvido. 
 Há um mistério colocando a vida de Nora em perigo e acompanhamos os momentos "tensos", por assim dizer, que ela passa. 
 Confesso que o desfecho do mistério não me surpreendeu muito apesar de ter achado muito bom. O livro é a estreia da autora e percebemos que ela tem talento. A história é bem costuradinha, os pontos que ficam soltos são deixados de propósito para os próximos livros. Todos os personagens tem sua função e seu espaço apropriado na história e não temos a sensação de estar lendo somente a introdução para a trama que virá a se desenrolar no segundo, terceiro, quarto... 
   
CAPA, DIAGRAMAÇÃO E ESCRITA: Apenas a capa te faz querer comprar o livro, apenas para ficar admirando-a. Muito bem elaborado o efeito da mudança de tonalidade nas penas das asas enquanto elas caem, além de o modelo estar com o rosto oculto, deixando a imaginação trabalhar. A  textura áspera da capa é tão viciante quando a história.
 A diagramação não está nada mal, as divisões de capítulos mostram apenas a numeração no mesmo estilo elegante da letra do título, as páginas são de um leve tom amarelado.
 A escrita de Becca 
Fitzpatrick é singela e singular, não usa palavras "pomposas" e nem foi preciso isso para seu livro conter ótimas citações e deixar o leitor ansioso pelo próximo livro após a última linha.Ela se saiu muito bem, deixando apenas algumas falhas em relação a mudanças de cenas.